Banner Notícia

Acadêmicos de Administração visitam empresas em Janaúba e Jaíba

Visita técnica ao Best Pulp, Brasnica e grupo Borborema foi bastante elogiada pelos alunos das Faculdades Santo Agostinho  

Um sábado de grande conhecimento “in loco” para acadêmicos do curso de Administração das Faculdades Santo Agostinho, Campus Shopping. Eles tiveram a oportunidade de conhecer todo o processo administrativo e de produção de três fortes empresas de Janaúba e Jaíba.

A visita organizada pela professora Cleidis Beatriz Nogueira levou quase 50 acadêmicos às instalações das fábricas Best Pulp Brasil Ltda (fabricação de polpa de tomate), Brasnica Frutas Tropicais e grupo Borborema (frutas).

A primeira parada dos alunos foi na moderna fábrica Best Pulp. Lá, os estudantes tiveram a oportunidade de conhecer como é a logística, todo os processos dentro e fora da empresa e como trabalham visando ampliar o mercado de polpa de tomates.

Jeovani Dias da Silva, acadêmico do 8º período matutino, ressaltou que a visita à empresa superou as expectativas e conhecer um chão de fábrica foi importante para mostrar que as empresas da região não deixam nada a desejar às grandes capitais do país.

“O sistema de trabalho da Best Pulp é fantástico. Eles são organizados e cuidam desde a seleção das mudas para o plantio até a colheita e preparação do concentrado da poupa de tomate. A empresa trabalha com mercado futuro, um fator bem positivo, pois seus dirigentes sabem que todo a produção já está vendida. Eles conseguem conciliar o período de safra e produção e o período de vendas para o mercado. Foi uma experiência fantástica e enriquecedora”, destacou o acadêmico.

A segunda empresa visitada foi a Brasnica Frutas tropicais, há 50 anos no mercado. Na empresa, os alunos puderam observar todo o processo de chegada, seleção dos melhores frutos e empacotamento para grandes mercados consumidores, como São Paulo, Rio de Janeiro, Brasília, entre outros.

A terceira e última visita se deu em uma das fazendas do grupo Borborema, presente 23 anos no mercado. Os estudantes foram recebidos por Dilhomar Martins Aguiar, gerente de produção e gestão do departamento técnico da empresa.

O engenheiro agrônomo recebeu os acadêmicos das Faculdades Santo Agostinho e apresentou os números que surpreendem pela sua capacidade de produção.

“São mil hectares de irrigação em 8 fazendas que produzem através do sistema de micro aspersão. Somente nesta fazenda aqui, a nossa produção é de 108 hectares. São frutas comercializadas para o mercado interno de São Paulo, Rio de Janeiro, Brasília, Belo Horizonte, entre outros. São 750 hectares de banana prata, nanica e caturra. 16 hectares de abacate, 1,5 hectare de pitaya, 6 hectares de tangerina e 28 hectares de pinha e atemoia. Geramos 450 empregos diretos e para esses estudantes aqui foi uma oportunidade de conhecer de perto como se dá o processo de produção, colheita e vendas dos nossos produtos, além de possibilitar o norte para quem sabe, algum desses estudantes, possa vir a se interessar e até mesmo trabalhar em empresas deste segmento”, destacou o gerente.

Para o estudante do 6º período de Administração noturno, Rafael Ferreira Fonseca, essa foi uma das melhores oportunidades já oferecidas pelo curso, pois, segundo ele, serviu como uma experiência enriquecedora para o seu currículo.

“Foi muito interessante ver de perto e conhecer todo o processo de produção dessas três grandes empresas. Para mim, ter uma experiência fora da sala de aula da faculdade foi especial, pois tivemos noção, quando formarmos, de como estará o mercado de trabalho nos segmentos que visitamos”, finalizou o acadêmico.

Confira alguns registros:

G0112637